Defesa de Macarrão também vai recorrer ao STF para que ele seja solto

7 de março de 2017

O Dia

– Advogado vai usar mesmo recurso que fez com que ministro do STF determinasse que goleiro Bruno aguardasse em liberdade –

Minas Gerais – O advogado de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, preso pelo assassinato de Eliza Samúdio, na época amante do goleiro Bruno Fernandes, vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que ele seja solto. Segundo Wasley César de Vasconcelos, os mesmo recursos usados por Bruno também podem se estender a Macarrão. O goleiro foi solto em 24 de fevereiro após decisão do ministro do STF Marco Aurélio Mello.

Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão, e Macarrão a 15 anos em regime fechado. No entanto, não houve confirmação da condenação na segunda instância. Por conta disso, o ministro determinou a soltura de Bruno para que ele pudesse recorrer em liberdade. A defesa do goleiro argumentou que manter Bruno preso sem julgamento da segunda instância era uma antecipação da pena. Fato que foi concordado pelo ministro do STF.

No entanto, Bruno deverá indicar seu novo endereço à Justiça, atender chamados judiciais e informar possíveis mudanças.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line