Defensoria quer proibir disparos a partir de aeronaves em operações

20 de junho de 2018

A Defensoria Púbica do Estado do Rio de Janeiro pediu à Justiça hoje (20), em caráter liminar, decisão que proíba disparos a partir de helicópteros da polícia. Uma operação realizada no Complexo da Maré, durante a manhã, resultou em seis suspeitos baleados e mortos e um adolescente atingido por bala perdida.

Um helicóptero da polícia foi utilizado e, segundo relatos de moradores em redes sociais, teria trocado tiros com traficantes que dominam a região.

No documento, que foi protocolado na 6ª Vara da Fazenda Pública da Capital, a Defensoria argumenta que a utilização de aeronaves para efetuar disparos de arma de fogo de grosso calibre próximo a escolas, residências e aglomeração de pessoas foi considerada temerária e revela “atuação discriminatória do Estado”, visto que esta medida nunca seria tomada se a ocasião envolvesse bairros de classe média.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com