Decreto prevê ações para digitalização de processos produtivos

21 de março de 2018

Brasília - O presidente Michel Temer participa da 47 reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), no Palácio do Planalto (Marcos Corrêa/PR)

O presidente Michel Temer participa da 47ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), no Palácio do PlanaltoMarcos Corrêa/PR

O presidente Michel Temer assinou hoje (21) o decreto que institui a Estratégia Brasileira para a Transformação Digital, chamada de E-Digital. Trata-se de uma política pública com 100 ações para estimular a digitalização de processos produtivos e da sociedade em quatro anos. A E-Digital faz parte do Sistema Nacional para a Transformação Digital, também instituída hoje.

Temer assinou o decreto durante a 47ª Reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o Conselhão. De acordo com o governo, o objetivo é criar um ambiente para trazer mudanças na agricultura, comércio, educação, finanças, indústria e serviços.

Dentre as políticas já em andamento e consonantes com a E-Digital, estão o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), em órbita desde maio de 2017, e o Plano Nacional de Internet das Coisas, em construção pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A política é fruto de um trabalho desenvolvido pelo Grupo de Trabalho Interministerial, coordenado pelo ministério das Comunicações, em parceria com o setor produtivo, comunidade científica e acadêmica e sociedade civil. O documento foi submetido à consulta pública em setembro de 2017 e recebeu mais de 2 mil acessos. O ministério disponibilizou em seu site um documento detalhado sobre a E-Digital.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line