Decepção! José Aldo é nocauteado por Max Holloway e fica sem o cinturão do UFC

4 de junho de 2017

O Dia

– Manauara saiu do octógono inconsolável e chorando copiosamente –

Rio – Mesmo em casa e com o apoio da torcida, José Aldo não conseguiu conter a agressividade de Max Holloway, que o nocauteou de maneira avassaladora, aos 4m13s do terceiro round, pela unificação do cinturão dos penas (até 66kg), na luta principal do UFC 212, na madrugada deste sábado para domingo, no Rio de Janeiro.

José Aldo ficou muito abalado com a derrota

José Aldo ficou muito abalado com a derrota

Foto: Reprodução

No fim da luta, ainda sem acreditar no que aconteceu, Aldo saiu do octógono inconsolável e chorando copiosamente. Com a derrota, o manauara perdeu o cinturão linear, deixando o Brasil com apenas um título – o de Amanda Nunes, conquistado no UFC 207, quando a brasileira destronou Ronda Rousey em Las Vegas.

“Quero agradecer a Deus e dizer ao meu filho que temos um novo cinturão, baby. Vocês mostraram muito amor aqui. Eu lutei contra o seu compatriota e vocês mostraram muito amor. Eu disse, chegou a era do “Abençoado”. Dana White, eu quero os meus US$ 50 mil. Eu mereci. Eu comecei perdendo, mas depois me recuperei, porque sabia que tínhamos cinco rounds. Obrigado, Brasil. Adorei as castanhas de cajú. Agora o novo rei chegou e conquistou. Vou dominar essa categoria e ficar no trono por muito tempo”, prometeu Holloway.

A LUTA

Ao som de “Uh, vai morrer!”, entoado pela torcida, José Aldo se mostrou bem agressivo, buscando a trocação, demonstrando que a menor estatura não o desfavorecia em nada. Quando furou a guarda de Holloway, uma bomba de esquerda explodiu o rosto do havaiano. O manauara partiu para cima com socos e joelhadas, viu o público presente na Arena da Barra ir ao delírio, mas o dono do cinturão interino resistiu.

No segundo round, Max Holloway começou a crescer no combate. Porém, Aldo respondia à altura, com socos e chutes em velocidade. Nos segundos finais, o campeão interino provocou Aldo e pareceu despertar a fera, que conectou chute rodado e jogou cruzados na direção do rival. As vaias e gritos de “Uh, vai morrer!” foram inevitáveis.

No terceiro assalto, um direto de direita de Holloway derrubou Aldo. Na sequência, o havaiano foi para a montada, desferindo muitos golpes no rosto. Quando o brasileiro cedeu as costas e passou apenas a proteger a cabeça, o árbitro Big John McCarthy interrompeu a luta. O silêncio tomou conta da Arena, e os torcedores se dirigiram para a saída quase que imediatamente.

Max Holloway conquistou sua 11ª vitória consecutiva. Já José Aldo, perdeu a segunda das três lutas que disputou – o último combate venceu Frankie Edgar, que se deu depois da também traumática derrota, em 13s, contra Conor McGregor.

*Reportagem da estagiária Jessyca Damaso

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line