Corpo de PM morto em Manguinhos será enterrado na tarde desta terça-feira

3 de janeiro de 2017

O Dia

– Cerimônia está marcada para ocorrer no Cemitério Jardim da Saudade. Chefe do tráfico na comunidade local foi morto em ação do Bope –

Rio – O corpo do soldado Antônio Carlos Paiva Nunes, morto aos 34 anos, será enterrado nesta terça-feira às 15h30, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Norte do Rio. O policial militar foi baleado na cabeça neste domingo e morreu nesta segunda-feira no Hospital Quinta D’or, em São Cristovão.

O crime ocorreu quando uma viatura da equipe de supervisão da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) que passava pela Avenida Leopoldo Bulhões, próximo à favela de Manguinhos, na Zona Norte, ser atacada por criminosos armados.

O chefe do tráfico da favela de Manguinhos foi morto em ação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) na comunidade na noite desta segunda-feira. Segundo o delegado da Core e responsável pela captura do traficante, Fabrício Oliveira, Thomas Bruno Dantas, o Mongol, de 30 anos, era um criminoso de altíssima periculosidade, apontado como um dos responsáveis pela execução do PM. Ele chegou a ser levado pelos comparsas para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu.

Paiva é o segundo PM a ser morto neste ano no Rio. O primeiro foi André William Barbosa de Oliveira, lotado no 3º BPM (Méier). Ele foi encontrado morto dentro do porta mala de seu carro, na manhã deste domingo, 1º de janeiro, na Rua Clodoaldo de Freitas, em Guadalupe. Há informações de que ele tenha sido sequestrado por criminosos em uma festa no Batan, Zona Oeste, onde estava com a namorada. O policial foi morto a tiros.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com