Conta Social: Conectando pessoas por uma cidade melhor

Rosayne Macedo

– Aplicativo We App Heroes visa conectar pessoas que moram na mesma cidade e buscam soluções sustentáveis para problemas urbanos –

Rio – Conectar pessoas que moram na mesma cidade e buscam soluções sustentáveis para problemas urbanos. Este é o foco do aplicativo We App Heroes, que está sendo testado neste mês por 500 pessoas. Na plataforma, desenvolvida por especialista da UFRJ e da Fundação Getúlio Vargas, é possível buscar apoio de outros usuários para projetos como hortas comunitárias, mutirões de limpeza, aulas para crianças e adolescentes e até compartilhamento de veículos individuais em sistemas de carona solidária.

O portal permite tirar dúvidas entre as pessoas e também solicitar ajuda para implementar novas iniciativas. De acordo com o Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável, o Centro RIO +, o app alinha ações locais de voluntariado à Agenda 2030 das Nações Unidas.

E serve de base para uma nova economia colaborativa, orientada para redução dos custos ambientais, sociais e econômicos das atividades comuns. A proposta é criar ainda uma rede de confiança para fortalecer os vínculos comunitários.

Não é só na sua concepção que o Hotel Arena Ipanema adota a sustentabilidade, com água de chuva, lâmpadas de led, luz natural e muito mais. O emprendimento se responsabilizou pela revitalização e manutenção do Parque Garota de Ipanema. Agora uma obra pretende devolver a beleza e a segurança que moradores e turistas merecem.

Projeto Damas

Vinte integrantes do Projeto Damas, que dá acesso a mulheres transexuais ao mercado de trabalho, chegam esta semana à Defensoria Pública do Estado. Até o dia 22 de dezembro, elas passarão por um período de vivência profissional. Hoje a Defensoria tem quatro servidoras oriundas do Projeto Damas contratadas como extraquadro.

Menos folhas de papel

O Crea-RJ quer deixar de usar 46 milhões de folhas de papel com o e-Processo, criado este mês para acelerar a tramitação processual, reduzir os custos e diminuir em 80% o consumo de papéis. Todos os processos e documentos passam a tramitar eletronicamente, bem como o registro dos profissionais vinculados ao Conselho.

Boas ações

Projetos sociais apoiados pela comunidade italiana na cidade, como a Casa do Menor São Miguel Arcanjo, foram destaque no ItalianoRio, evento para celebrar a cultura italiana encerrado ontem, no Consulado Geral da Itália, no Centro.

A Fundação Gol de Letra está fazendo uma campanha para arrecadar recursos para seus programas e projetos, que já contemplam anualmente cerca de 2.100 crianças, adolescentes e jovens com idades entre 8 e 21 anos. No Rio, as ações acontecem no Caju e Barreira do Vasco. As doações, nos valores de R$ 50 a R$ 200, se revertem em brindes para os doadores.

Cerca de 100 voluntários do Hilton Barra Rio de Janeiro reformaram a sede da ONG Arteiros, na Cidade de Deus. O espaço ganhou palco para apresentações e eventos, uma horta e um jardim, novas instalações elétricas e hidráulicas e fachada desenhada pelo grafiteiro carioca ICE, que promove oficinas artísticas para crianças e jovens em risco social.

Nas próximas semanas, o Grupo Pela Vidda-RJ vai fazer o treinamento dos voluntários que vão levar testes rápidos para HIV em jovens da Zona Oeste e da Baixada Fluminense a partir de 2017. O projeto Mix Jovens vai a locais de grande frequência de jovens, como boates, praças e eventos e usará os testes por fluido oral, que identifica anticorpos do vírus HIV pela saliva.


Outros destaques: