Conheça a técnica de rejuvenescimento vaginal indolor e que dispensa anestesia

Francisco Edson Alves

– ‘A recuperação de uma vida sexual ativa, da volta da libido feminino, traz de volta a felicidade não só para a mulher, mas para o casal’, justifica a ginecologista –

Rio – Técnica revolucionária no mundo da estética corporal, o rejuvenescimento vaginal a laser é a nova febre entre as mulheres no Rio de Janeiro. A alta procura ajuda o país a garantir a liderança mundial nesse tipo de procedimento.

De acordo com o último relatório da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps), entre 19 tipos de intervenções plásticas, 10 são lideradas pelo Brasil, entre elas, a que restaura vulvas.

O ‘milagre’ vem sendo obtido graças a um equipamento importando da Eslovênia por algumas clínicas da capital. O aparelho, que até parece um robozinho, pode operar com diversos tipos de laser íntimos. Além de reduzir o alargamento da vagina, o procedimento é indicado para tratamentos de incontinência urinária, atrofia e secura vaginais, recuperando ainda a cor natural da pele genital.

“Essa novidade já é um sucesso, principalmente porque melhora a aparência externa da vagina. Isso faz com que a relação com o parceiro volte a ficar mais intensa, devido à melhora da relação sexual e, consequentemente, de autoestima da mulher”, afirma a dermatologista Paula Chicralla, dona da clínica que leva o seu nome, na Barra da Tijuca; membro das sociedades brasileiras de Dermatologia e de Cirurgia Dermatológica; e da Academia Americana de Dermatologia.

Ela, que está realizando 30 procedimentos desse tipo por mês, lembra que antes da utilização do laser, o rejuvenescimento da vagina era feito à base de bisturi, o que causava dor e muito desconforto. “O novo método é indolor, e nem precisa de anestesia. A paciente também não tem atividades diárias suspensas e não há efeitos colaterais”, garante Paula. A médica ressalta que geralmente o tratamento é feito entre duas a quatro sessões, com duração de 20 minutos, e com intervalos de um mês de um para outra. Cada sessão custa entre R$ 2 mil e R$ 3 mil.

A ginecologista Girlani Barros, da Clínica Renewmed, em Ipanema, adverte que, embora não haja idade específica para se fazer rejuvenescimento vaginal, a avaliação médica é imprescindível. “Para cada caso há uma indicação”, explica. Ela destaca outro benefício relatado por pacientes: o auxílio importante no tratamento da depressão.

“A recuperação de uma vida sexual ativa, da volta da libido feminino, traz de volta a felicidade não só para a mulher, mas para o casal”, justifica.

RECUPERAÇÃO
Sexo depois de cinco dias

Depois de se submeter ao novo procedimento, a paciente é liberada para fazer sexo em cinco dias. “Recuperei 100% da lubrificação vaginal e do meu prazer sexual. Tô me sentindo uma jovem com fogo de 18 anos”, atesta a empresária X., de 49 anos.

A., de 65 anos, também garante que voltou a ter intensas relações sexuais. “Coisa de louco!. Meu marido está assustado. A velhinha aqui voltou com tudo na cama”, brinca, às gargalhadas, a paciente da cirurgiã plástica Tathiana Antony, responsável pela Clínica Renewmed.

“O rejuvenescimento a laser vem derrubando um assunto ainda considerado tabu, tanto pelas mulheres quanto para muitos médicos. Não há ainda uma conversa aberta e uma divulgação adequada desse tratamento, principalmente para os casos pós-câncer, que são os mais acometidos de atrofia vaginal”, diz Tathiana.

A melhora na aparência da vagina, tem levado mulheres a procurar o procedimento ainda na pré-menopausa ou pós-parto.

Um dos lasers mais procurados é o Fotona, da categoria não ablativos. Ou seja, não queimam. Sua aplicação trata, por exemplo, a atrofia da parede vaginal – problema apresentado especialmente por mulheres na pós-menopausa. A condição causa dor na relação sexual, fator que pode levar à redução do desejo.

Aplicado dentro da mucosa vaginal por meio de uma ponteira específica, pouco invasiva, o Fotona promove o intumescimento do tecido da região com aumento da vascularização e produção de colágeno, uma proteína que dá sustentação à pele.


Outros destaques: