Confronto entre PMs e bandidos causa pânico na Avenida Brasil, na Vila Kennedy

O Dia

– Base da UPP local foi atacada, ônibus incendiados e duas pessoas foram baleadas. Motoristas foram assaltados e ficaram em meio ao fogo cruzado –

Rio – Um protesto de moradores após uma operação policial no final da tarde desse sábado deixou o clima tenso na Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio. Segundo a Polícia Militar, dois ônibus e um caminhão de cerveja foram incendiados. Pelo menos duas pessoas foram baleadas durante o confronto na comunidade, que tem uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Por conta da tensão, a Avenida Brasil, uma das principais vias da cidade, precisou ser fechada, parcialmente, nos dois sentidos.

O DIA recebeu relatos e imagens, através do Whatsapp (21) 98762-8248, sobre a situação tensa que provocou pânico e medo em quem estava no local. De acordo com os relatos, bandidos aproveitaram e fizeram um arrastão. O policiamento foi reforçado na região com militares de outras UPPs, do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs, do 14º BPM (Bangu) e do Batalhão de policiamento em Vias Expressas (BPVE).

Segundo uma nota da PM, no começo da tarde, policiais da UPP Vila Kennedy fizeram uma operação de patrulhamento na localidade conhecida como Progresso e apreenderam 687 trouxinhas de maconha e 400 papelotes de cocaína. No início da noite, ainda segundo a PM, a base avançada da UPP na comunidade do Metral foi atacada a tiros e os militares reagiram. Duas pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vila Kennedy.

Em reação, dois ônibus foram incendiados, um na Praça Dolomitas e outro na Avenida Brasil, sentido Centro. 


Outros destaques: