Com público pequeno, Caio Castro lança livro no Recife

Fila tranquila, poucos fãs e público discreto. Esse foi o cenário do lançamento do livro do ator Caio Castro, na capital pernambucana. A sessão de autógrafos que se transformou em tarde de fotos atrasou por quase uma hora, mas não desanimou quem estava aguardando. O lançamento do livro ‘É por aqui que vou pra lá’ foi realizado na praça de eventos do Shopping Recife, nesta quarta-feira (28). Para o evento, a organização ofereceu 700 senhas de acesso.

A falta de público foi surpresa até para os fãs de Caio. A estudante de educação física Isabelle Santana, que chegou no shopping às 5 para garantir entrar na fila de espera, se espantou com a tranquilidade. “Achei que o local estaria repleto, até porque tentei conhecer ele da última vez, mas não consegui”, relatou Isabelle. Quanto ao livro de Caio, ela destacou: “Adorei quando ele falou sobre Fernando de Noronha, afinal é um sonho meu conhecer”, finalizou.

O estudante de direito José Roberto dos Santos, que também chegou cedo no local, contou que gostou da linguagem do livro. “É uma obra fácil e boa de ler, inclusive fiquei com vontade de ler mais, mesmo sem gostar muito, como ele”, falou descontraído. 

Em entrevista ao Portal LeiaJá, o ator Caio Castro falou da polêmica sobre ‘não gostar de ler’. De acordo com o ator, o seu interesse pela leitura é segmentado e que, além disso, o que foi publicado simplesmente foi deturpado. “Foi um mal entendido que aconteceu a algum tempo e sinceramente, não dei muita atenção. Na verdade, não gosto de qualquer leitura, curto assuntos relacionados à física e astronomia, inclusive já li várias obras”, justificou.

Em relação ao tema de afinidade e o livro publicado, ele conta que a ideia de produzir essas vivências para sua obra foi inusitada. “Eu tive a oportunidade de viajar por vários lugares e consegui a partir dela reunir experiências únicas para a vida pessoal e profissional. Confesso que voltei renovado, uma outra pessoa. Atualmente, acredito e quero passar para as pessoas tentarem aproveitar mais a vida, através de viagens, inclusive tendo alguma renda durante esses passeios, porque é possível”, destacou Caio Castro. Durante a 'sessão de autógrafos', os fãs foram surpreendidos com carimbos, que substituíram a dedicatória. 


Outros destaques: