Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte

16 de novembro de 2018

O  corpo da estudante Anna Luísa Fernandes de Paiva Maria, de 16 anos, que estava desaparecida desde ontem (15) em decorrência as fortes chuvas em Belo Horizonte foi encontrado hoje (16) por volta das 13h45 pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG).

Foram 19 horas de buscas ininterruptas com uma força-tarefa que envolveu cerca de 50 militares em buscas por solo e pelo ar. Os bombeiros utilizaram um helicóptero e um drone para auxiliar nas buscas.

“Um aliado fundamental nessa ocorrência foi o drone, que por meio dos militares que o operavam, detectou indícios daquilo que poderia ser um possível indício de corpo. Foi acionada a equipe terrestre para confirmação e o corpo da adolescente foi encontrado”, diz nota divulgada pelo CBMMG.

O corpo foi encontrado no córrego Vilarinho no Bairro Xodó Marise, a 4 quilômetros do local do acidente que aconteceu na Av. Álvaro Camargo esquina com rua José  Seguinte, Bairro São João Batista. 

Segundo informações do CBMMG, ela estava com seu namorado no interior do veículo quando a roda dianteira do carro entrou em uma abertura provocada por um tampa de galeria que havia sido levada pela água das chuvas. Quando foram sair do veículo imobilizado na área inundada, o namorado saiu por um lado e ela, ao sair pelo outro lado, não viu um bueiro que estava nas imediações e acabou sendo levada para dentro da galeria pela correnteza.

O Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), onde a adolescente estudava, divulgou uma nota lamentando sua morte. Anna Luísa era aluna do segundo ano do curso técnico em Meio Ambiente, integrado ao ensino médio. A conclusão do curso estava prevista para 2019. “Neste momento de dor, o CEFET-MG presta solidariedade aos familiares, amigos, professores e colegas de classe, abalados pela irreparável perda”, diz a nota.

Bombeiros durante busca ao corpo da estudante

Bombeiros durante busca ao corpo da estudante – CBMMG

Vítimas

Anna Luísa foi a quarta vítima confirmada das fortes chuvas que atingem a capital mineira desde ontem. O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais encontrou, na manhã de hoje (16), o corpo de um homem que pode ter se afogado ao tentar atravessar o córrego que corta uma ocupação de sem-teto na região da Mata do Izidoro, no bairro Jaqueline, região Norte de Belo Horizonte.

Uma mulher de cerca de 40 anos e sua filha morreram afogadas ontem dentro do próprio carro, que foi arrastado até a linha férrea do metrô pela correnteza junto com outros veículos em uma rua do distrito de Venda Nova.

A prefeitura de Belo Horizonte divulgou um balanço atualizado de 12h30 de quinta-feira até 16h30 de sexta-feira (16) com 110 ocorrências registradas. Foram registrados nesse período na capital mineira 16 pontos de enchentes ou inundações e 45 pontos de alagamento.

A Defesa Civil de Belo Horizonte emitiu um alerta de pancadas de chuva (40 a 60 mm), raios e rajadas de vento (em torno de 50 km/h) a partir da tarde de hoje, o alerta é válido até 8h de sábado (17).

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com