CBF faz avaliação positiva dos jogos às 11h da manhã

A novidade anunciada pela CBF para o calendário do futebol brasileiro, os jogos realizados nas manhãs de domingo, às 11h, se consolidaram na temporada atual. Até a 31ª rodada, o maior público e a maior renda do Brasileirão foram registrados em jogos no horário. São Paulo x Chapecoense teve público presente de 54 mil 996, e o duelo entre Palmeiras x Atlético Mineiro rendeu ao clube mandante R$ 2.935.305.

Desde a rodada de abertura da competição, 37 duelos aconteceram no horário, com média de público de 17 mil 863 pagantes e renda média de R$ 661.096. No entanto, 30% desses jogos alcançaram rendas superiores a R$ 1 milhão. “Tentamos atender aos pedidos das equipes que desejavam testar o horário como alternativa para alavancar seus públicos e suas rendas. E constatamos, com satisfação, que algumas das principais bilheterias e recordes de público do Campeonato Brasileiro até o momento estão ligados a ele”, destaca o diretor de Competições da CBF, Manoel Flores.  

Além do duelo entre São Paulo x Chapecoense, outros três jogos matutinos figuram entre os cinco maiores públicos da competição: Cruzeiro x Santa Cruz, com 46 mil 591 pagantes; Grêmio x Corinthians, com 46 mil 163; e Cruzeiro 2 x 2 Vitória, que recebeu 43 mil 821 pagantes. 

Em 2016, a bola não rolou no horário das 11h apenas aos domingos. Por conta de feriados nacionais, dois jogos foram realizados no meio da semana. Na quinta-feira, 26 de maio, feriado de Corpus Christi, o Corinthians enfrentou a Ponte Preta. Na quarta-feira, 12 de outubro, Chapecoense e Sport jogaram na Arena Condá.