CBF e Fifa lamentam morte de Carlos Alberto Torres e homenageiam ex-capitão

O capitão da seleção brasileira tricampeã de futebol, Carlos Alberto Torres - Divulgação/CBF

O capitão da seleção brasileira tricampeã de futebol, Carlos Alberto TorresDivulgação/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nota de pesar pela morte do capitão do tricampeonato brasileiro de futebol de 1970, Carlos Alberto Torres, o Capita, na manhã de hoje (25). O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, declarou luto oficial de três dias. As bandeiras da sede da entidade estão a meio-mastro e todas as partidas das competições organizadas pela CBF terão um minuto de silêncio.

“Aos 72 anos, Carlos Alberto Torres deixa um enorme legado de conquistas e colaboração intensa para o desenvolvimento do nosso futebol. Obrigado, Capita. Sua história estará para sempre entre nós”, diz a nota da confederação.

O velório de Capita será realizado no prédio da CBF, na Barra da Tijuca, mas a confederação ainda não divulgou data e horário.

Já a Federação Internacional de Futebol (Fifa) informou que recebeu com “enorme tristeza” a notícia da morte do ex-jogador. A capa do site oficial da federação estampa uma foto de Carlos Alberto Torres segurando a taça da Copa do Mundo do México, em 1970, e uma extensa reportagem com relatos e casos do ex-capitão da seleção brasileira.

“A imagem do jogador erguendo o famoso troféu no ar como se fosse a coisa mais natural do mundo se tornou um ícone. Vale a pena parar por um momento e considerar o que significou ser o capitão de uma seleção tão ricamente talentosa e o que representou de fato essa conquista”, destacou a Fifa em seu site. 

Ex-lateral direito, Torres atualmente trabalhava como comentarista do canal de televisão fechada Sportv. Após sofrer um enfarto em casa, na Barra da Tijuca, ele chegou a ser levado ao Hospital Riomar, no Recreio, zona oeste do Rio de Janeiro, mas não resistiu. Sua última aparição no canal foi no último domingo (23), quando participou do programa Troca de Passes.

*Colaborou Paula Laboissière


Outros destaques: