Candidato Rogerio Lisboa faz denúncia preventiva contra prefeito Nelson Bornier

Adriana Cruz

– A descoberta de que supostos vale-compras, no valor de R$ 120, seriam entregues a moradores de Nova Iguaçu foi o motivo da denúncia ao TRE –

Rio – A descoberta de que supostos vale-compras, no valor de R$ 120, seriam entregues, nesta sexta-feira, a moradores de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, levou a coligação “Trabalho, Fé e Humildade”, que representa o candidato Rogerio Lisboa (PR) a apresentar uma denúncia preventiva, um dia antes, ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra a coligação “A mudança vai continuar”, que apóia o atual prefeito Nelson Bornier, candidato à reeleição no município. A representação foi enviada ao TRE na quinta-feira e hoje a denúncia foi confirmada.

Os vales-alimentação foram distribuídos, nesta sexta-feira, em frente a uma praça do Km 32, onde está localizado o supermercado da Rede Unidos. Os panfletos traziam os nomes e dados da campanha do candidato líder nas pesquisas e informam que os itens da cesta básica deveriam ser retirados hoje às 18h no supermercado Unidos.

Segundo os advogados que encaminharam a queixa ao juiz da 158ª Zona Eleitoral, trata-se de uma fraude para prejudicar o deputado estadual Rogerio Lisboa, candidato à Prefeitura de Nova Iguaçu, que lidera com folga as pesquisas, com 60% das intenções de votos válidos no segundo turno das eleições.

No pedido feito à Justiça Eleitoral, os advogados da coligação de Rogerio Lisboa pedem que o material seja apreendido assim como as pessoas que estão fazendo a distribuição.
O receio é que os acusados tenham forjado o material com conteúdo inverídico para que no sábado, às vésperas da eleição, façam uma denúncia ao TRE contra o candidato Rogerio Lisboa.


Outros destaques: