Câmara aprova MP que cria novo regime tributário para montadoras

A Câmara dos Deputados concluiu na noite de hoje (7) a votação da medida provisória (MP) que cria um novo regime tributário para montadoras de veículos, o chamado Rota 2030. As discussões se iniciaram no meio da tarde e foram marcadas por tentativas de obstrução e mudança no texto. O objetivo do projeto é criar uma nova política industrial para o setor automotivo com a condição de as empresas investirem na pesquisa e desenvolvimento de projetos sustentáveis. 

Enviada pelo Poder Executivo, a MP sofreu alterações na comissão mista, formada por deputados e senadores. No plenário, após aprovarem o texto-base da matéria, os parlamentares aprovaram uma emenda que beneficia os carros movidos a motores flex. A alteração permite reduzir a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em até três pontos percentuais. Atualmente, a redução máxima permitida é de dois pontos.

Um dos trechos mais polêmicos, que flexibilizava o pagamento das dívidas iguais ou superiores a R$ 15 milhões, foi retirado pelos deputados por meio de um destaque apresentado pela bancada do PSOL. Com a mudança, a obtenção de condições mais vantajosas para regularização das montadoras de veículos ficou limitada a dívidas desse valor.

Apesar de conseguir retirar as importadoras de veículos do programa Rota 2030, o plenário da Câmara manteve no texto do relator, deputado Alfredo Kaefer (PP-PR), o benefício fiscal para a importação de peças por encomenda de montadoras localizadas no Brasil. Com isso, o IPI poderá ser suspenso para esse tipo de compra.

Outro trecho retirado foi o que favorecia empresas localizadas no Centro-Oeste, ao igualar os benefícios concedidos a montadoras do Nordeste. Novas exigências para as indústrias, como ampliar a capacidade de mobilidade e logística, também foram incluídas nas diretrizes do novo programa por meio de uma emenda de plenário. 

Para que continue em vigor, o projeto de lei de conversão, proveniente da MP, precisa ser aprovado pelos senadores até o dia 16 deste mês. Assinada em julho, a medida cria o Programa Rota 2030 – Mobilidade e Logística, que concede créditos tributários. Ele substitui o Inova- Auto, que vigorou de 2012 a 2017 e concedia vantagens tributárias para a cadeia produtiva do setor no país.

Para fazer jus ao benefício tributário, no entanto, a indústria automobilística terá que garantir um aporte mínimo anual de R$ 5 bilhões em investimentos nas áreas de pesquisa e desenvolvimento. Cada empresa poderá gerar crédito tributário de até 10,2% do valor investido. Serão estabelecidos indicadores e metas relacionadas à segurança veicular, tecnologia embarcada e redução de consumo de combustível.

A previsão de renúncia total da medida provisória será de R$ 2,113 bilhões em 2019; e R$ 1,646 bilhão em 2020. A renúncia já foi incluída pelo governo no projeto da lei orçamentária do próximo ano.

*Com informações da Agência Câmara

13 Comentários

  • I simply want to tell you that I am beginner to blogs and definitely liked your web page. Very likely I’m want to bookmark your blog . You actually have perfect writings. Thank you for sharing with us your blog site.

  • Do you mind if I quote a couple of your posts as long as I provide credit and sources back to your site? My blog is in the exact same area of interest as yours and my visitors would truly benefit from some of the information you provide here. Please let me know if this ok with you. Thanks!

  • Hi there, I do think your web site might be having internet browser compatibility problems. When I take a look at your web site in Safari, it looks fine but when opening in IE, it has some overlapping issues. I just wanted to provide you with a quick heads up! Aside from that, fantastic site.

  • This is a topic that is near to my heart… Many thanks! Where can I find the contact details for questions?

  • Hello, Neat post. There’s an issue along with your web site in internet explorer, may check this… IE still is the market leader and a good element of people will pass over your excellent writing because of this problem.

  • Heya i am for the first time here. I came across this board and I to find It truly helpful & it helped me out much. I hope to provide something back and help others such as you helped me.

  • Good write-up, I am regular visitor of one’s blog, maintain up the nice operate, and It’s going to be a regular visitor for a long time.

  • Your style is unique in comparison to other folks I’ve read stuff from. Thank you for posting when you have the opportunity, Guess I’ll just book mark this page.

  • A formidable share, I simply given this onto a colleague who was doing somewhat evaluation on this. And he in fact bought me breakfast because I discovered it for him.. smile. So let me reword that: Thnx for the deal with! But yeah Thnkx for spending the time to discuss this, I feel strongly about it and love studying more on this topic. If doable, as you develop into experience, would you thoughts updating your weblog with more particulars? It’s extremely useful for me. Huge thumb up for this weblog post!

  • You actually make it seem really easy together with your presentation but I in finding this topic to be really something which I feel I would never understand. It kind of feels too complicated and extremely broad for me. I’m looking forward in your next submit, I will attempt to get the dangle of it!

  • Thanks for your posting on this blog site. From my experience, there are occassions when softening way up a photograph could provide the photo shooter with a little an inspired flare. More often than not however, that soft clouds isn’t just what you had planned and can usually spoil a normally good picture, especially if you thinking about enlarging the item.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com