Brasil e França se enfrentam pela segunda vez em copas do mundo

O jogo desta tarde pelas oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino na França é o segundo em competições oficiais entre as seleções brasileira e francesa. O primeiro ocorreu na Copa do Mundo de 2003, nos Estados Unidos.

Naquela ocasião, ainda na fase de grupos, Brasil e França empataram em 1 a 1. O gol brasileiro foi marcado pela atacante Katia Cilene. Marinette descontou para a seleção francesa.

Hoje (23), às 16h, no Estádio Océane, em Le Havre, Brasil e França escreverão mais um capítulo na história das duas seleções. Algumas jogadoras do Brasil conhecem bem as adversárias, pois já atuaram ou estão atuando no futebol francês.

A zagueira Kathellen, por exemplo, desde 2018 defende as cores do Bordeaux. A zagueria Daiane e a volante Formiga, quando não estão na seleção, vestem vermelho, azul e branco do Paris Saint Germain.

Outras atletas brasileiras também passaram pelos gramados do país anfitrião do mundial feminino. É o caso da artilheira Cristiane e de Érika, que atuaram no Paris Saint Germain em 2015.

Quem também andou mostrando seu futebol na França foi Andressa Alves. Fora desta copa devido a uma lesão muscular, a atacante atuou pelo Montpellier Hérault Sports Club, entre os anos de 2015 e 2016.

Treino

No último treino antes do duelo com a França, ontem (22), no estádio Jules de la Doumegue, em Le Havre, o treinador Oswaldo Fumeiro Alvarez, conhecido como Vadão, fez os ajustes na equipe para o jogo decisivo. A comissão técnica priorizou o treino de bola parada com o grupo.

A volante Formiga, recuperada de uma entorse leve no tornozelo esquerdo, participou da atividade com a equipe e deve entrar em campo nesta tarde.  Vadão também treinou cobranças de pênaltis, já que a classificação pode ser decidida nas penalidades.

Ficha técnica

Local: Estádio Océane, em Le Havre

Data: 23 de junho de 2019

Horário: 16h (de Brasília)

Escalação

França: Sarah Bouhaddi, Marion Torrent, Wendie Renard, Griedge Mbock Bathy e Amel Majri; Amandine Henry, Gaetane Thiney e Elise Bussaglia; Eugenie Le Sommer, Kadidiatou Diani e Valerie Gauvin

Técnico: Corinne Diacre

Brasil: Bárbara, Letícia Santos, Kathellen, Mônica e Tamires; Thaisa, Andressinha e Ludmila; Debinha, Cristiane e Marta

Técnico: Vadão

Árbitro: canadense Marie-Soleil Beaudoin

 

*Com informações da CBF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.