BNDES adia anúncio do consórcio que fará modelagem da venda da Cedae

14 de agosto de 2017

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) adiou para amanhã (15) o resultado do pregão eletrônico, com o anúncio do grupo que será contratado para os serviços técnicos especializados de estruturação do projeto de privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) do Rio de Janeiro. A mudança na data de divulgação foi causada pela necessidade de avaliação mais demorada dos documentos do consórcio vencedor, o que ainda está sendo feito pela área jurídica da instituição. Ainda não há horário previsto para o anúncio do grupo vencedor.

No pregão eletrônico realizado hoje (14) de manhã pelo BNDES, 11 consórcios apresentaram propostas.

Após a assinatura do contrato o grupo vencedor terá sete meses para concluir a modelagem de venda da Cedae. O valor que será levado ao leilão de privatização, no entanto, só será conhecido ao fim do processo. O governo do estado poderá ainda pedir ajustes no projeto.

No fim de semana, a área jurídica do banco entrou com um agravo de instrumento junto ao plantão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) e conseguiu um efeito suspensivo da liminar que impedia a realização do leilão, depois de ação impetrada pela Associação dos Profissionais de Saneamento, no início da semana passada.

A desestatização da Cedae, aprovada em fevereiro pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), era uma das contrapartidas pedidas pelo governo federal para aceitar o Programa de Recuperação Fiscal, que inclui a negociação da dívida do estado.

Após a venda da companhia, o BNDES pretende ser sócio minoritário, com participação de até 49% das ações e poder de veto, em ação denominada golden share.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line