Belo Horizonte: Acompanhe a apuração dos votos do segundo turno para prefeito

Neste domingo (30), cerca de 32 milhões eleitores de 18 capitais e 39 municípios voltam às urnas para elegerem os chefes dos executivos municipais. O segundo turno das eleições ocorre em cidades com mais de 200 mil habitantes que não tiveram nenhum candidato com mais de 50% dos votos válidos no primeiro turno, que foi realizado no dia 2 de outubro.

Conheça quem disputa o segundo turno pela prefeitura de Belo Horizonte:

João Leite (PSDB) tem 61 anos e foi goleiro pelo Atlético-MG nas décadas de 1970 e 1980. Começou na vida política em 1992, quando foi eleito vereador de Belo Horizonte. Leite comandou a Secretarias de Esportes de Belo Horizonte e a Secretaria de Desenvolvimento Social e Esportes de Minas Gerais. Atualmente, está no sexto mandato de deputado estadual. Essa é a terceira vez que o tucano disputa a prefeitura da capital mineira. Foi derrotado em 2000 e 2004, ocasiões em que terminou o pleito como o segundo candidato mais votado. Ele também já disputou a prefeitura em 2000 e 2004, terminando na segunda colocação em ambas as vezes.

Alexandre Kalil (PHS), por sua vez, participa de sua primeira eleição e tenta se apresentar como bom gestor. Nascido em 25 de março de 1959, foi presidente do Atlético Mineiro entre 2008 e 2014, período em que o time conquistou a Copa Libertadores (2013), considerado o maior título do clube. Em 2014, Kalil chegou a registrar-se como candidato pelo PSB a deputado federal, mas desistiu do pleito após a morte de Eduardo Campos, que disputava a presidência da República pelo mesmo partido.

No primeiro turno, o ex-goleiro do clube Atlético-MG João Leite (PSDB) obteve 33,40% dos votos válidos (395.952), enquanto o ex-presidente do clube, Kalil (PHS), ficou em segundo lugar, com 26,51% dos votos (314.845).


Outros destaques: