ANP desinterdita Refinaria de Paulínia após mais de quatro meses

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP) desinterditou hoje (16) a Unidade de Destilação Atmosférica U-200 da Refinaria de Paulínia (Replan), em São Paulo, que foi uma das três unidades atingidas pelo acidente na refinaria em agosto de 2018. 

A desinterdição, segundo a ANP, ocorreu porque a Petrobras atendeu todas as exigências feitas pelo órgão regulador. “Dessa forma, a refinaria volta a ter sua capacidade plena de processamento”, informou em nota a ANP. 

Em novembro de 2018, tinha sido liberada a Unidade de Craqueamento Catalítico U-220A. Agora apenas a Unidade de Tratamento de Águas Ácidas U-683, permanece interditada. De acordo com a ANP, ela “não interfere na capacidade de processamento da refinaria, uma vez que há outras unidades que suprem essa finalidade”. 

A ANP afirmou que continua investigando o acidente.