Acordo permite que solicitantes de refúgio tenham auxílio de intérpretes

14 de dezembro de 2017

Um acordo entre a Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça e a Universidade de Brasília (UnB) permitirá que, a partir de 2018, um intérprete auxilie solicitantes de refúgio durante a entrevista. Esse trabalho, voluntário, é resultado de acordo de cooperação técnica entre as duas instituições.

As pessoas que tiverem interesse em se candidatar para as vagas de intérprete deverão ter conhecimento avançado em outros idiomas e disponibilidade de horário. Para se inscrever basta enviar uma solicitação de cadastro para o e-mail projetomobilang@gmail.com e aguardar contato para seguir com os próximos passos do processo.

Entre fevereiro e março de 2018, a UnB realizará reuniões com os inscritos e posteriormente entrevistas. Depois, o Comitê Nacional para Refugiados (Conare) convocará os selecionados para uma preparação para as entrevistas com os imigrantes.

Os intérpretes deverão assinar termo de compromisso e de sigilo das informações. Os voluntários que concluírem o trabalho proposto receberão certificado de atividade de extensão emitido pela Universidade de Brasília.

A proposta de participação de cidadãos nas entrevistas promove uma sensibilização social com relação aos movimentos migratórios e a manutenção da garantia dos direitos humanos. É considerado refugiado a pessoa que é perseguida, tendo os seus direitos humanos violados, quando a sua vida, liberdade ou integridade física corre sério risco no país de origem.

* Estagiária sob a supervisão do editor Augusto Queiroz

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Leitores On Line