4 milhões de preservativos vão ser distribuídos no carnaval de Salvador

22 de fevereiro de 2017

Serão distribuídos 4 milhões de preservativos durante a folia momesca de Salvador. A informação foi anunciada nessa terça-feira (21/2) pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, no lançamento da campanha de prevenção à Aids no Carnaval, no Museu du Ritmo.

Segundo Ricardo Barros, são registrados 40 mil novos casos de Aids por ano no país.”Precisamos diminuir este número. O tratamento é gratuito e o melhor do mundo. A prefeitura está fazendo postos avançados e protegendo a todos para que possam ter apenas boas lembranças da festa “, revelou.

Com slogan “No carnaval, use camisinha e viva essa grande festa!”, as peças publicitárias trazem o panorama de 260 mil pessoas vivendo com o HIV e que ainda não estão em tratamento, e também de 112 mil brasileiros que têm o vírus e não sabem disso. “O foco da campanha este ano são os jovens. Essa é a faixa etária que menos usa camisinha.

Estudos revelam que 43% dos jovens, entre 15 e 24 anos não usam preservativos, por isso estamos fazendo um apelo para que eles, já que o hábito de não usar camisinha tem impacto direto no aumento de casos de HIV e AIDS entre os jovens”, afirmou Ricardo Barros.

Além de TV, rádio e outdoor, que serão veiculados entre os dias 21 e 28 de fevereiro, o Ministério aposta na presença do Homem Camisinha para sensibilizar os jovens. “O personagem irá interagir com o público, informando e distribuído preservativos nos blocos de rua”, contou o ministro, enfatizando que, o uso de preservativo além de prevenir contra as infecções sexualmente transmissíveis, como a AIDS, também evita a gravidez indesejada.

Além do uso de preservativos, a peça incentiva fazer o teste para o HIV. “Teremos duas unidades do Fique Sabendo, onde a pessoa poderá fazer um teste rápido. Precisamos conscientizar da necessidade de se prevenir”, disse o prefeito ACM Neto. Os postos de testagem serão montados em Ondina, na Avenida Adhemar de Barros e na Barra, na Avenida Centenário.

O atendimento será realizado por uma equipe multidisciplinar, formada por assistente social, enfermeira, bioquímico e psicólogo, pois além dos testes, será feito aconselhamento e encaminhamento para tratamento no caso de testes positivos.

Nos postos também serão feitas detecção de Sífilis, Hepatite Virais, Dengue, Zika e Chikunguya. Pulverização de inseticida com carro fumacê será feita nos circuitos da folia a fim de controlar o mosquito, responsável por transmitir doenças como dengue, zika e chinkungunya e que pode ser vetor para transmissão da febre amarela.

O evento contou também com a presença do vice-governador João Leão, do secretário estadual de Saúde, Fábio Villas Boas, do cantor Carlinhos Brown e a apresentação da Banda de Percussão Pracatum.

Leia também...

Loading...
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com