24 estudantes de escola municipal ganham festa de 15 anos

Empoderamento feminino, responsabilidade pela própria vida e pelo futuro, preparação para as novas experiências de vida. Estes são alguns dos temas abordados durante todo o ano no Projeto 15 Primaveras, realizado pela Escola Municipal Maria Antônia da Costa, que fica no bairro Santa Mônica. O projeto, que está na quinta edição, promove um baile de debutantes para as alunas que completam 15 anos e não têm acesso à festa. A iniciativa acaba influenciando muito na formação das adolescentes.

No ano passado, o projeto ganhou ainda mais repercussão pela cobertura especial do Programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo. O apresentador Luciano Huck visitou a escola e deu uma projeção nacional ao projeto cujo principal foco é oferecer às jovens o acesso à informação e mais oportunidades.

Este ano, o baile 15 Primaveras vai acontecer nesta terça-feira (27). As debutantes e a equipe da Escola Municipal Maria Antônia da Costa vão receber amigos e familiares na Mansão 888 a fim de celebrarem a vida e a culminância do projeto. A iniciativa da equipe docente conta com diversos apoios e patrocínios de empresas e instituições feirenses.

A preparação para o evento vai muito além da festa. Desde março, as 24 alunas que estão envolvidas participam de oficinas com diferentes profissionais como advogados, psicólogos e assistentes sociais.

“Trouxemos diversos assuntos para as oficinas, as meninas aprenderam sobre emponderamento, sobre a força que elas próprias têm e que pode mudar a sua vida, a necessidade de ação e mesmo transformação para que isso aconteça. Mostramos que elas não podem esperar pelo príncipe encantado, que precisam ser responsáveis pelas próprias vidas”, explica a vice-diretora da escola, Ilnara Oliveira Brandão.

As estudantes discutiram a violência contra mulher, receberam orientações para estudar melhor e também dicas de beleza. “Este é um momento para que elas se enxerguem de outra forma. O projeto visa que estas garotas busquem o autoconhecimento, que elas se fortaleçam e corram atrás do que querem na vida”, argumenta Ilnara.

“Estava ansiosa por participar do 15 Primaveras. É um projeto muito lindo, já que realiza o sonho de muitas meninas. Aprendi várias coisas durante esses meses, como focar mais nos estudos e na minha vida para que eu consiga ter um futuro brilhante, ´ser alguém…´ Isso me ajudou a ser uma pessoa melhor e uma aluna mais dedicada”, garante a estudante Jalina de Sousa Santos.

As alunas colaboram ainda com a decoração da festa e aprendem fazendo. Nas últimas semanas, as meninas produziram com muita dedicação vários enfeites para as mesas, dentre os quais, bonecas feitas a partir de garrafas pet, que representam as próprias debutantes. Cada boneca possui uma cor de vestido (feitos com papelão e papel EVA), de acordo com os que serão usados pelas alunas.

“Acho o máximo a escola colaborar com o sonho de tantas garotas que não possuem condições de arcar com este momento especial”, relata a estudante Joiciele Porto da Silva. “Aprendemos a nos portar melhor, nos comportarmos de maneira educada. Isso é muito importante”, acredita.


Outros destaques: