Agência BR - App do Grupo Pão de Açúcar terá entrega gratuita para grupo de risco

App do Grupo Pão de Açúcar terá entrega gratuita para grupo de risco

Últimas notícias -

O James tem atuação em 18 cidades brasileiras, realiza entregas das redes Extra e Pão de Açúcar e trabalha com vários tipos de estabelecimentos comerciais

 

O aplicativo de delivery James, do Grupo Pão de Açúcar, passará a realizar entregas gratuitas para aqueles que fazem parte do grupo de risco, como idosos, profissionais da saúde e pessoas que tenham doenças que podem complicar o quadro em caso de infecção pelo coronavírus.

Seu programa de assinaturas Prime não terá taxa ou mensalidade por tempo indeterminado para esse público. O benefício vale para as compras a partir de 50 reais no Extra e no Pão de Açúcar e a partir de 25 reais em restaurantes parceiros selecionados. Não há limite de quantidade de compras por mês.

O James tem atuação em 18 cidades brasileiras. Além de realizar as entregas das redes Extra e Pão de Açúcar, também trabalha com vários tipos de estabelecimentos comerciais.

De acordo com a empresa, o objetivo é oferecer o serviço para os clientes que precisam realizar suas compras, incluindo itens essenciais de supermercado, mas têm permanecido em casa devido às orientações da OMS.

O Prime do James é um serviço de assinatura por um valor mensal predefinido para realizar quantas compras precisar pelo aplicativo do James Delivery no período de um mês, sem a cobrança de outras taxas de entrega. Para o público em geral, o valor da assinatura será a partir de 19,90 reais.

A rede varejista já havia tomado outra decisão, na semana passada, de olho na população de risco. A partir da quarta-feira, 18, as lojas da rede Pão de Açúcar passaram a contar com um horário de atendimento exclusivo para clientes com mais de 60 anos de idade, das 6 às 7 da manhã, todos os dias.

A medida faz parte dos esforços da empresa no combate ao coronavírus. De acordo com o comunicado, a medida é válida para as lojas do formato de supermercado em todo o país, exceto unidades dentro de shopping centers, hoje fechadas.


Fonte: Com Agências